Consulado Geral de Portugal em Luanda

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Trabalhar em Angola

É essencial que se informe dos seus direitos, mas principalmente, dos seus deveres, antes de vir trabalhar e viver para Angola.

Se deseja trabalhar em Angola, saiba que será sempre necessário um visto de trabalho que é solicitado apenas no país de origem.
Não é possível trabalhar com visto ordinário nem tão pouco solicitar visto de trabalho em Angola. As situações excepcionais são muito raras - se tiver dúvidas a este respeito, consulte o Consulado Geral de Angola da sua área de residência (Lisboa, Porto ou Faro) ou contacte-nos por email.

Se vier para Angola trabalhar com um visto ordinário, corre o riso de ser detido e expulso do país, ficando ainda sujeito a coimas de valores elevados e inibido de regressar enquanto não as pagar.
Por outro lado, e porque não é suposto trabalhar com este tipo de visto, não poderá reclamar (judicial ou extra-judicialmente) eventuais promessas que lhe tenham sido feitas, nomeadamente no que diz respeito a pagamentos por conta de salários.

É aconselhável que faça sempre um seguro de saúde que cubra evacuações e repatriamentos.
Se a sua empresa não lhe oferecer seguro de saúde, faça-o a título individual.
A saúde é muito cara em Angola e uma evacuação poderá ultrapassar os USD 100.000 - o Consulado não tem meios para suportar esse tipo de despesa.

Consulte a página de Conselhos aos Viajantes, da Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas, para confirmar o tipo de apoio que poderá ser prestado e outras informações úteis.